whatsapp x

WhatsApp Number

5579991916274

Message

30 de janeiro de 2009

Gerência de Investimentos profissionaliza gestão da previdência estadual


Aplicar no mercado financeiro o dinheiro arrecadado através da contribuição previdenciária pelo Sergipeprevidência. Esse é o objetivo da Gerência de Investimentos, setor criado recentemente no órgão para tornar os recursos mais rentáveis, a partir da utilização das melhores formas de aplicação disponíveis no mercado financeiro.

 

A Gerência de Investimentos foi criada a partir da necessidade que o Sergipeprevidência tinha de possuir uma pessoa capacitada para administrar o fundo monetário da autarquia, levando em consideração o princípio de governança e os fatores de segurança, rentabilidade, solvência, liquidez e transparência. “Estamos buscando a cada dia profissionalizar ainda mais a gestão dos recursos previdenciários e a nova gerência certamente irá contribuir com esse objetivo”, explica Pedro Vieira, diretor-presidente em exercício.

 

Para os segurados do instituto de previdência, essa movimentação é mais uma segurança de que o Regime Próprio de Previdência Estadual (RPPS) terá dinheiro suficiente para arcar com o pagamento dos benefícios previdenciários daqueles que possuem o direito. Os recursos estão sendo aplicados diariamente, visando à multiplicação do montante existente. Eles podem ser aplicados em títulos públicos federais, fundos de renda fixa, fundo de ações e poupança.

 

Política Anual de Investimentos

 

As aplicações no mercado financeiro são feitas seguindo as diretrizes estabelecidas na Política Anual de Investimentos do Sergipeprevidência, elaborada no final do ano passado. De acordo com a portaria 155 de 15 de maio de 2008, que regulamenta a Resolução n° 3.506 de 26 de outubro de 2007, do Conselho Monetário Nacional, todos os RPPS deverão comprovar a elaboração da política de investimentos dos recursos, o que significa criar uma política para regulamentar o processo de investimento dos recursos do regime.

 

Essa política visa proporcionar uma melhor definição das diretrizes básicas da instituição, como também o limite de risco a que serão expostos o conjunto de investimentos, além de tratar da busca da rentabilidade a ser atingida para superar a meta atuarial do plano de benefício.

 

Segundo o gerente de Investimentos da autarquia, José Carlos Nascimento, o mais importante é não deixar nenhum recurso parado. “Meu trabalho é gerar a maior rentabilidade possível para o Sergipeprevidência, analisando diariamente o que existe para ser aplicado e qual o tempo disponível para a aplicação financeira, seguindo a meta atuarial estabelecida pela Política Anual de Investimentos que é de 6% ao ano mais a taxa do Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC)”, afirma.

 

Para ter acesso à Política Anual de Investimentos do Sergipeprevidência clique aqui.