whatsapp x

WhatsApp Number

5579991916274

Message

16 de outubro de 2008, 15:50

Sergipeprevidência adota Sistema Informatizado de Controle de Óbitos


O Sergipeprevidência, em parceria com o Ministério da Previdência Social (MPS), adotou o Sistema Informatizado de Controle de Óbitos (Sisobi). A medida possibilita o cruzamento dos dados de óbitos registrados nos cartórios de todo o país com as informações cadastradas pelos pensionistas no Sergipeprevidência. Com isso, o órgão evita que sejam efetuados pagamentos indevidos.

 

De acordo com o diretor de Previdência da autarquia, Pedro Vieira, a medida vai gerar economia, já que o benefício não será pago após o falecimento do pensionista. “Estamos utilizando o Sisobi desde o mês de julho, cruzando os dados retroativos a 2006. Até o momento encontramos 66 casos de irregularidade, o que representa para o órgão a economia de aproximadamente R$ 85 mil por mês”, enfatiza o diretor.

Comprovadas as irregularidades, o benefício é cancelado imediatamente. Logo após, o órgão faz um levantamento dos valores depositados indevidamente em favor dos pensionistas falecidos. Com posse desses dados, toda a documentação é encaminhada ao setor jurídico da autarquia para que sejam tomadas as medidas judiciais cabíveis. “Um dos objetivos do processo é o ressarcimento do valor para o Sergipeprevidência. Além disso, encaminhamos também as informações ao Ipesaúde e à coordenadoria do Censo Previdenciário para evitar outros danos”, afirma Pedro.

 

O sistema funciona a partir do envio dos registros de óbito dos cartórios para o Ministério da Previdência Social, responsável por reunir as informações e disponibilizá-las para consulta. No fim de cada mês, o setor de Informática do Sergipeprevidência faz a conferência do banco de dados dos pensionistas através de dois tipos de busca: pelo CPF e pelo nome e data de nascimento.